5 Quintas, 1 Projecto

Quinta do Mourão

O início da viagem

Num quadro mágico, apenas a alguns minutos da Cidade do Peso Régua, aqui se encontra o coração do projeto. Inicialmente desenhada no mapa do Barão de Forrester, a Quinta do Mourão está situada no Baixo Corgo no Concelho de Lamego. Com um total de 37 Hectares, tem uma área de vinha plantada de 26 Hectares. Nela encontramos as típicas castas durienses com grande importância da Touriga Franca, casta usada em grande quantidade nos nossos vinhos.

A Casa

Foi precisamente sobre a varanda da nossa casa familiar que, em 1885, Ramalho Ortigão escreveu a sua célebre obra "As Farpas" (Capítulo VI). Nesse texto ele faz uma magnífica descrição da Quinta e do que a rodeia.

Um deslumbramento!
Debaixo da varanda, voltada ao norte, estende-se em doce declive um largo talhão de vinha baixa, cerrada, espessa, em todos os tons do verde, desde o mais vivo ao mais escuro, rajado das tintas maduras do Outono em manchas cor de âmbar e cor de fogo, louras, vermelhas, calcinadas. Em baixo, o rio Douro, espraiado, descreve um enorme S em toda a extensão do vale, reluzindo entre rasgões de olivedos e pomares, por detrás das ramas viçosas dos choupos e dos amieiros.

- Ramalho Ortigão

A Adega

A construção da nossa adega foi o primeiro passo na modernização do projecto e na procura constante em melhorar a qualidade dos nossos vinhos. Equipada com 5 lagares de Inox com controlo de temperatura e 3 cubas de fermentação e Cubas de Inox, a adega tem uma capacidade de vinificação total 600 pipas (330.000lt). Nela se encontra igualmente a nossa linha de engarrafamento pelo que todo o processo de produção e armazenamento é efectuado na Quinta

A Casa do Coito - Port Knox

É neste complexo que se encontra o maior tesouro da nossa família.Nos 11 toneis e nas dezenas de pipas, estão armazenados milhares de litros de Vinho Generoso Velho, alguns deles produzidos há mais de 100 anos. É aqui que viajamos no tempo e damos lugar de destaque às nossas vibrações – o Vinho do Porto é um estado emocional e de plena magia.

Duas Quintas, dois irmãos

A origem da nossa Marca "São Leonardo" teve início nas Quintas da Costa e Poisa. Duas famílias viviam ali, uma em cada quinta, cujos caseiros eram irmãos. Na altura, não havia meios de comunicação de longa distância e as estradas eram muito rudimentares. Assim, era precisamente a meio do caminho que se encontravam, no magnífico ponto de vista de São Leonardo da Galafura, que inspirou os grandes poetas, como Miguel Torga, e continua ainda hoje a encantar os seus visitantes. Por isso os nossos vinhos do Porto "São Leonardo" representam de uma certa forma, um encontro de irmãos.

A Herança Romana da Quinta da Poisa

A Quinta da Poisa é a nossa quinta com mais percentagem de vinha velha. Dos 15 hectares de vinha plantada, 7 são vinhas com mais de 50 anos. A Poisa representa para nós a herança nos nossos antepassados e toda a Tradição que nos esforçamos de cultivar. Desde que foi adquirida, um esforço importante tem vindo a ser feito para preservar o património antigo nela presente, nomeadamente a chamada "Fonte do Milho", vestígios antigos que testemunham a presença romana na região.

Quinta de Marialva

Situada entre os rios Corgo e Tanha, é na Quinta da Marialva que se encontram as nossas vinhas mais novas. De facto, toda a vinha foi reestruturada recentemente, a parcela mais antiga datando de 2006. Nela plantamos Touriga Franca, Touriga Nacional e uma pequena quantidade de Tinta Barroca.

Viva uma experiência vínica única.

Visite-nos!

Agendar Visita